Bahia 0x0 Atlético-MG - Um empate que decepcionou a nação

A torcida foi convocada e atendeu o apelo! Mas dentro de campo ficou claro que seria difícil vencer. Superior tecnicamente o Galo teve as melhores chances do jogo e se não fosse Lomba mais uma vez, nem um ponto o Tricolor conseguiria.

Com o empate em 0 a 0, o Bahia chegou aos 39 pontos, continuar fora da zona vai depender de Vasco e Fluminense no fechamento da 33ª rodada. O Atlético-MG em ritmo de mundial, com 49 ponto deve se manter em 6°.



1° tempo - A torcida empurrou mas não foi o suficiente. Passado o entusiasmo do inicio do jogo quem teve trabalho foi o goleiro Marcelo Lomba, que ainda viu uma bola acertar a sua trave. Depois dos 20 minutos, fechou-se no campo de defesa e passou a apostar somente nos contra-ataques. Espaço para isto existia, mas qualidade, não. O Bahia que jogou no ataque com Barbio, Marquinhos e Fernandão pouco criaram, principalmente porque os dois que jogavam pelos lados do campo não conseguiam dar sequência nas jogadas. Em resumo, os três perdiam bolas bobas.

2° tempo - Cristóvão tirou Barbio e colocou Wallyson. O time ganhou qualidade na teoria na prática ficou o 6 por 1/2 dúzia. E continuou o 6 por 1/2 dúzia quando Obina entrou no lugar de Fernandão. Contudo, Obina poderia ter saído como herói. Aos 38 minutos, após cobrança de falta, a zaga saiu tentando uma linha de impedimento, mas esqueceu Obina dentro da área. O atacante preparou de cabeça para Titi, que livre de marcação, soltou uma bomba, mas Victor fez grande defesa. No rebote, Titi tentou de novo, mas jogou por cima do gol. Contudo, se Obina tivesse confiança, a bola era para matar no peito e chutar para balançar a redes. No último lance, ainda deu tempo de Lomba efetuar mais uma defesa difícil.

Vídeo: Bahia 0x0 Atlético-MG


Ficha do técnica do jogo

Bahia: Marcelo Lomba, Fabrício Lusa, Demerson, Lucas Fonseca (Titi) e Raul; Fahel, Rafael Miranda e Hélder; William Barbio (Wallyson), Marquinhos e Fernandão (Obina). Técnico: Cristóvão Borges.
Reserva: Omar, Madson, Titi, Erick, Diones, Talisca, Wangler, Wallyson, Souza, Obina e Zé Roberto

Atlético-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Lucas Cândido; Pierre, Josué, Guilherme (Luan) e Diego Tardelli; Fernandinho (Neto Berola) e Jô (Alecsandro). Técnico: Cuca.
Reservas: Giovanni, Junior Cesar, Alecsandro, Neto Berola, Carlos, Luan, Emerson e Rosinei.

Cartões amarelos: Pierre e Réver (Atlético-MG)




Local: Arena Fonte Nova, em Salvador-BA
Data: 09/11/2013 às 18h30 (Bahia)
Público: 32.683 pagantes
Renda: R$ 568.100,00

Árbitro: Márcio Chagas da Silva - RS (ASP-FIFA)
Assistentes: Vilarinho da Silva - GO (FIFA) e Jose Eduardo Calza - RS (CBF-1)
Assistentes Adicionais: Gilberto Rodrigues Castro Junior - PE (CBF-1) e Renan Roberto de Souza - PB (CBF-1)
Quarto Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido - BA (CBF-1)


Bahia 0x0 Atlético-MG - Um empate que decepcionou a nação Bahia 0x0 Atlético-MG - Um empate que decepcionou a nação Reviewed by Paulo Ricardo Santos on 12:19 Rating: 5

Nenhum comentário

Fala tricolor!