MGF chama Schmidt de ventríloquo

O ex-presidente do Bahia abriu a boca


Afastado do cargo há 55 dias, Marcelo Guimarães Filho falou sobre o processo eleitoral no Esporte Clube Bahia. Ele, mesmo como sócio remido do clube, garante que não vai votar e considerou o ato do dia 7 de setembro como ilegal.

- Eu não participarei. Acho que tudo isso o que está acontecendo é ilegal. Então não participarei do processo eleitoral. Acredito muito que nós estamos com o direito do nosso lado. Acredito que a Justiça irá nos dar o direito de terminar o nosso mandato. Não há motivo para que agente esteja afastado do clube. Essa decisão é uma decisão provisória e eu acredito que a decisão definitiva será ao nosso favor.

Marcelo, antes de encerrar a entrevista, cutucou o Secretário de Relações Internacionais da Bahia, Fernando Schimidt, e demonstrou imensa preocupação com a possibilidade da demissão de Anderson Barros, gestor de futebol.

Para ele, diante do discurso dos candidatos, a saída do diretor pode afetar diretamente no clima e rendimento do elenco profissional no Campeonato Brasileiro da Série A e Copa Sul-Americana.

- Isso já foi dito pelo candidato do governo Fernando Schmidt, na verdade o ventríloquo de Sidônio. Eles irão demitir o Anderson Barros. Considero uma temeridade. Acho que isso vai fazer com que o time sofra até o final do campeonato – afirmou na Excelsior.


MGF chama Schmidt de ventríloquo MGF chama Schmidt de ventríloquo Reviewed by Paulo Ricardo Santos on 20:20 Rating: 5

Um comentário

  1. Tudo na vida muda porque o esquema vitalicio no E.C.Bahia não iria acabar !
    Acabou , a torcida não quer mais MGF. Não tem mais clima para ele, até mesmo que justiça permita que ele termine o mandato. Se o Anderson Barros sair se consegue um melhor que ele rapidinho!

    ResponderExcluir

Fala tricolor!